Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Pesquisar

 


Consciência pesada

Terça-feira, 22.05.12

Andava eu nas minhas arrumações quando me tocam à campainha. Pensei que fosse o carteiro. Fui à janela e era uma senhora vestida com uma gabardina e um lenço na cabeça. Mal me viu estendeu a mão. Disse que não tinha dinheiro e ela baixou a cabeça e foi-se embora.

Fiquei durante uns tempos a observá-la. Ia ela no cimo da rua, quando despertou em mim a consciência e o arrependimento.

Moro numa freguesia periférica de uma grande cidade, onde as pessoas vivem razoavelmente bem e onde não há pobreza (pelo menos visível) e pedintes. Há muita terra lavrada, muitos animais e as pessoas vão vivendo, certamente com melhores condições do que muita gente do centro da cidade.

Ora se não há a tradição do peditório porta a porta, esta senhora ao fazê-lo só poderá estar desesperada. Possivelmente terá filhos da idade da minha filha que poderão estar a passar fome.

Tenho muita comida em stock e não custava nada ter-lhe oferecido umas embalagens de cereais, arroz, ou até mesmo carne. Confesso que não me lembrei.

Estou neste momento no alpendre a ver se a vejo passar, para lhe oferecer alguma comida.

Por vezes somos (inconscientemente) egoístas. Ignoramos a miséria que nos rodeia.

 

Bem, agora não há nada a fazer. Fico-me pelo alpendre, de consciência pesada à espera que ela passe novamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

5 comentários

De Dina Carção a 22.05.2012 às 12:10

Humm.. há muitas pessoas que pedem dinheiro e não aceitam comida, e se ela quizesse comida teria pedido. Já me aconteceu pedirem-me dinheiro e eu dizer que dinheiro não dava mas que dava comida e não aceitarem. E quando aceitam eu dou sempre, porque comida nunca se recusa a dar a ninguem..
Por isso, acho que deva ficar tranquila, porque se ela quizesse mesmo comida teria pedido ou então teria dito que tinha filhos a passar fome, normalmente são sempre os argumentos que usam...

De me a 22.05.2012 às 12:17

Para nós é muito fácil ignorar estas situações.
Infelizmente há muita gente a passar dificuldades e muitas mais virão!

De Sonia a 22.05.2012 às 12:59

Ainda no outro dia bateram-me à porta 1 casal desempregado com 1 bébé ao colo que segundo eles o último dinheiro que tinham foi para pagarem a renda de casa...e estavam a pedir comida apenas para o bébé...pois eu dei-lhes comida inclusive de bébé porque tenho 1 e dei um brinquedo do meu filho ao menino...haviam de ver a alegria dele, nunca mais me vou esquecer daquele sorriso.

De me a 22.05.2012 às 13:27

Há gestos que para nós são insignificantes, mas que para os outros são uma grande ajuda.

Parabéns pelo gesto!
Serás certamente recompensada pelo teu gesto!

Bjs

De Ana a 22.05.2012 às 17:12

Eu sei que sou uma chorona, mas o teu post tocou-me!
Espero que essa senhora se realmente precisa que esqueça a vergonha e volte a passar perto desse alpendre.

Comentar post



Comentários recentes

  • Tiago Serra

    http://www.tugaleaks.com/continente-vulneravel-ata...

  • lojasalfredoseixas

    https://www.facebook.com/LojasAlfredoSeixasMini-me...

  • me

    Obrigado! Tb vou ser mamã de 3. :)

  • Mãe de 3

    Boas festas! Que corra tudo bem e que em breve ten...

  • Cleo Norte

    Bom Natal e Feliz Ano Novo e que venham saudáveis ...